Sua versão do navegador está desatualizado. Recomendamos que você atualize seu navegador para uma versão mais recente.

FLORIANÓPOLIS - Réveillon e Praias

 

 

ATENÇÃO: Se você está pensando em ir agora, em 2017, é bom verificar a situação das praias que você quer conhecer, pois a maré andou invadindo algumas delas acabando com a areia.

 

Não resta dúvida que a festa de réveillon mais famosa do Brasil, e com justiça, é a que acontece na Praia de Copacabana. É um espetáculo daqueles que devem ser vistos pelo menos uma vez na vida. Só que ela tem alguns inconvenientes como, por exemplo:  superlotação dos transportes, trânsito complicado para chegar e sair de Copacabana e falta de limpeza na região, que fazem com que mesmo os cariocas acabem procurando outras opções pelo Brasil.

 

E uma dessas opções acabamos descobrindo em 2014, quando resolvemos passar a virada do ano em Florianópolis. Neste post vamos aproveitar para falar também da linda cidade que é Florianópolis, suas praias e de um outro local, bem próximo, que também merece ser visitado (você vai ver no final do post).

 

Essa viagem contou com dicas valiosas da Marília, do site vaiviajaristepo.com.br , que sabe tudo de lá.

 

Para economizar, já que éramos quatro pessoas e iríamos precisar de carro para rodar pelas praias, optamos por fazer o trajeto Rio de Janeiro – Florianópolis de carro. É uma jornada de 1.174 km que só aconselho se você, como eu, achar que dirigir na estrada, vendo as paisagens, parando para tirar algumas fotos e fazendo alguns lanches pelo caminho, é um dos bons prazeres da vida. Como a viagem é realmente longa, tanto na ida quanto na volta paramos em São Paulo para pernoitar e quebrar a viagem ao meio.

 

Dividimos nossa estadia em Florianópolis em dois momentos:

 

- nos 3 primeiros dias ficamos hospedados na Pousada Sonho Meu, em Canasvieiras, para rodar pelas praias. A pousada é muito boa e o café da manhã é excelente. Mas tivemos um "probleminha". Na última noite em que ficamos lá encontramos uma barata andando pelo banheiro. Alguns minutos depois, mais uma e mais outra. Entupimos o banheiro de inseticida, fechamos a porta, colocamos uma toalha tapando o vão entre a porta e o chão e fomos dormir. No dia seguinte, ao abrir o banheiro, encontramos umas cinco ou seis baratas mortas. Relatamos o fato na recepção e a explicação até que fez algum sentido. Dois dias antes havia acontecido um temporal que encheu a rua do hotel. O gerente nos disse que, provavelmente, as baratas haviam sido forçadas a sair dos seus lugares habituais procurando outras saídas. Aceitamos a explicação, pois a pousada é bem cuidada e limpa, mas não poderíamos deixar de relatar para vocês o ocorrido para que vocês decidam. Eu voltaria ao hotel, já minha esposa, por exemplo, que tem uma relação de conflito extremo com baratas, jamais voltará. Nosso quarto era um desses do lado direito da foto, no andar térreo.

 

 Pousada Sonho Meu

 

- no dia 31/12, pela manhã, mudamos para o Hotel Valerim Center, no Centro, para podermos ir caminhando para o show de fogos. Ótima decisão que também recomendo. O trânsito por lá também fica complicado. O hotel é confortável e limpo e muito bem localizado para quem quer ver a queima de fogos. Mais próximo ainda da orla tem o Hotel Valerim Plaza da mesma rede que, de fora, pareceu melhor, mas é mais caro.

 

Então vamos começar pelo motivo principal do post. O RÉVEILLON DE FLORIANÓPOLIS com a queima de fogos da Ponte Hercílio Luz.

 

IMPORTANTE: Para começar, se você pretende ir até lá algum dia, reserve os hotéis com bastante antecedência. Decidimos ir no início de novembro e tivemos alguma dificuldade para encontrar um hotel no Centro, como queríamos.

 

A festa acontece na Avenida Beira-Mar Norte. Local bem amplo e bem bonito. Chegamos lá por volta das 21 horas com uma chuva fina (leve capa pois a chuva é comum nesta época do ano) que em momento algum chegou a atrapalhar.

 

Encontramos um ambiente excelente. Já com bastante gente, mas supertranquilo com famílias já procurando os melhores lugares para ver o foguetório.

 

Em vários quiosques, montados ao longo da avenida, você encontrará boas opções para alimentação, além dos bares e restaurantes que existem na região.

 

Como já virou tradição, nessas festas tem que ter um palco para shows de música. Lá também tem. Ele fica no lado oposto ao da Ponte Hercílio Luz. O principal show da noite foi do Alexandre Pires. Até próximo do palco foi tranquilo caminhar pela rua e não vimos qualquer sinal de confusão.

 

 

O show de fogos é muito bom, mas muito bom mesmo. Tem boa duração, os fogos são bem bonitos e o ponto alto e que, é claro, todos esperam, é a cascata na Ponte Hercílio Luz. Um belo final. Infelizmente vou ficar devendo para vocês fotos de qualidade dos fogos, pois a maquininha que eu tinha na época não aguentou a responsabilidade.

 

 

AS PRAIAS

 

Santa Catarina tem um dos litorais mais privilegiados do Brasil e Florianópolis tem belas praias.

 

Duas coisas chamaram nossa atenção:

 

- Em várias praias encontramos estacionamentos com chuveiro e preços bem razoáveis. Pagamos entre R$ 10,00 e R$ 15,00 (preço em 2014). Considerando que a turma, nessas situações, costuma aproveitar para esfolar os turistas, achamos um preço justo. E o banho de água doce antes de entrar no carro para voltar para o hotel é muito bom.

 

- Os salva-vidas estão presentes em todas as praias. Sempre atentos e muito bem equipados com pranchas, boias, jet-ski e outros acessórios. Em cada praia alguns deles ficam caminhando pela areia e ficam pedindo para as pessoas que estão nas áreas com bandeira vermelha procurarem locais mais seguros. Chamou nossa atenção o patrulhamento preventivo que fazem.

 

IMPORTANTE: O trânsito na região das praias é bem ruim e as ruas são estreitas. Vá cedo para as praias (saíamos sempre entre 08:30 e 09:00 horas) e volte um pouco antes do final do dia (saíamos entre 15:00 e 15:30 horas). Recebemos essa dica e resolvemos adotá-la e vimos que deu muito certo. Só pegamos engarrafamento em um dos dias porque resolvemos passar em algumas praias para conhecê-las e acabamos pegando o trânsito das 17 horas.

 

PRAIA DOS INGLESES

 

 

Ótima praia com estrutura bem legal para quem quer ficar um pouco mais na praia. Os quiosques colocam mesas com cadeiras e barracas e você pode usá-las e, é claro, consumir algumas coisas com eles. Não vimos ninguém sendo retirado das mesas por não consumir, mas os preços são bons. Não custa consumir uma caipirinha, uma porção de aipim, um peixe fresco, um chopp para "pagar pelo conforto" e tornar o seu passeio mais agradável ainda.

OBSERVAÇÃO: parece que a Praia dos Ingleses foi uma das mais afetadas pelo problema que comentamos no início

 

PRAIA CACHOEIRA DO BOM JESUS

 

 

Águas bem tranquilas e com ambiente bem familiar.

 

O carrinho da foto existe praticamente em todas as praias. Servem ótimos petiscos e sanduíches além de bebidas preparadas ao gosto do cliente.

 

PRAIA BRAVA

 

Vista de um mirante que fica na estrada que dá acesso à praia. Na orla da praia ficam alguns prédios bem novos e de muito bom gosto.

 

 

 

A praia faz jus ao nome, mas dá para entrar na água sem problemas.

 

PRAIA LAGOINHA

 

 

Os vendedores ambulantes não perdem tempo. As praias de Florianópolis ficam cheias de argentinos e uruguaios.

 

PRAIA MOLE

 

 

Muitos consideram, e nós concordamos, que é a praia mais bonita de Florianópolis.

 

  

Muito concorrida e com água cristalina, principalmente perto das pedras.

 

 

De quebra, entre as pedras, ainda tem uma passagem para a Praia da Galheta

 

 

PRAIA DA GALHETA

 

 

Dizem que nessa praia é permitida a prática do nudismo, apesar de, normalmente, ninguém se aventurar a tal. É uma praia que não possui construções ao seu redor. Muito bonita.

 

LAGOA DA CONCEIÇÃO

 

 

 

Não deu tempo de ir até o centro da Lagoa, onde ficam os restaurantes e o hotéis. Dizem que o local é muito bonito e animado mas, a caminho da Praia Mole, passamos por um mirante com vista para a lagoa. Lindo o local.

 

JURERÊ

 

 

É a praia das celebridades e do povo com um pouco mais de posses. 

 

 

 

Na areia disputa-se o metro quadrado, mas é de graça. 

 

Já fora da areia, para construir uma casa, custa um pouco mais. O bairro é um espetáculo. E ainda tem um shopping a céu aberto muito legal. 

 

UM LUGAR ESPECIAL

 

No dia 01/01 ainda tínhamos o feriado para aproveitar um pouco mais. E resolvemos conhecer um lugar que é uma pérola. Vale muito a pena ir até lá.

 

GUARDA DO EMBAÚ

 

É muito fácil chegar até lá. Bata seguir a estrada no sentido Porto Alegre que você vai encontrar placas sinalizando a praia. Ela fica no município de Palhoça. Pouco mais de 50km de distância de Florianópolis até lá.

 

Essa é a cidade. Muito bacaninha e com boas pousadas. O trânsito da estrada até a cidade é complicado. Aqui também é bom chegar cedo e sair logo após o almoço para fugir do trânsito.

 

 

Na foto abaixo dá para se ter uma boa ideia do local. Chega-se de carro até a cidade (onde estão as casas) e aí pega-se um barco para atravessar o canal que vai se juntar ao mar após esse banco de areia onde ficam as pessoas com suas barracas.

 

 

 

A travessia pode ser feita caminhando e a água não passa da cintura. Pouco mais de 5 minutos de caminhada.

 

 

 

Preferimos experimentar o barco. O nosso "gondoleiro" lembra os gondoleiros de Veneza ? Não tem a mesma pompa e nem a mesma fama, mas executa o seu trabalho com a mesma competência e seriedade dos colegas italianos. E o preço também é bem diferente: R$ 2,00 por pessoa.

 

 

Uma trilha também nos leva ao alto do morro que fica próximo e a vista do local é fantástica.

 

 

Depois de mais esse grande dia de sol e praia voltamos para curtir a nossa última tarde/noite em Florianópolis. E não poderíamos ter escolhido lugar melhor.

 

SANTO ANTONIO DE LISBOA

 

 

Um bairro com um astral particular bem diferente da agitação e da confusão das praias. O lugar ideal para curtir um fim de tarde inesquecível. 

Ver o por do sol deste local é o que faz muita gente vir até Santo Antonio de Lisboa.

 

 

Na praça você encontra ótimos restaurantes, alguns com música ao vivo.

 

 

E as construções no local também são bem legais.

 

RESUMO DA VIAGEM

 

Florianópolis é uma cidade que nos encantou. Povo educadíssimo, daqueles que param o carro para você atravessar a rua, e sempre muito atencioso. Praias lindíssimas e para todos os gostos. Fizemos ótimas refeições com preços adequados para uma cidade turística. Os hotéis foram um pouco caros, mas acreditamos que tal fato tenha acontecido por termos ido à cidade em alta temporada coincidindo com o réveillon. Ficamos quatro dias inteiros e não vimos nem metade do que poderíamos ter visto. Recomendamos muito uma visita à cidade e, provavelmente, voltaremos um dia.